Dermatologia Clínica

Doenças de Unha

Mais conhecidas como onicomicoses, As alterações clínicas vão de pequenas manchas esbranquiçadas ou amareladas (discromia), espessamento, fendilhação, descolagem que promovem a separação da unha em duas lâminas e hiperceratose sub-unguial. Nas partes lesadas, observa-se perda de brilho, opacidade e, destruição da unha como se fosse roída (onicorrexis). O tratamento pode ser multidisciplinar, através do dermatologista e cuidados realizados pelo podólogo. Existem muitas formas de tratamentos, sendo: tópicas com a indicação de cremes, soluções e esmaltes ou medicações via oral. Lembrando que apenas o médico está habilitado a recomendar o uso de medicamentos, pois somente através de exames laboratoriais é possível diagnosticar qual tipo de fungo está causando o problema. O podólogo auxilia muito no tratamento, pois realiza um trabalho profundo de limpeza no local usando alicates (fazendo o corte adequado); bisturis (retirando o máximo possível de maceração); lixas, brocas e fresas (usando para desgaste, lixamento e retirada quase total dos fungos). São usados no tratamento aparelhos de alta freqüência, Led ou Laser vermelho (visível) e estes tem como função estimular a circulação periférica, eliminando as bactérias, fungos e vírus (verruga plantar). O uso desses aparelhos não causam danos ao organismo, pois não são tóxicos. Em alguns casos, poderá haver uma indicação cirúrgica.