Dermatologia Estética

Fotoenvelhecimento

É o envelhecimento da pele produzido pela exposição crônica às radiações solares. Quanto mais clara a pele, maior a sensibilidade ao sol e, conseqüentemente, pior o grau de fotoenvelhecimento. O fotoenvelhecimento se inicia a partir do momento em que começamos a nos expor ao sol. A pele fotoenvelhecida apresenta rugas profundas que não se desfazem à distensão da pele. Além disso, alterações de textura e discromias (manchas) são observadas.

Essas alterações são exclusivas das áreas expostas ao sol. Além das manifestações acima descritas, de cunho predominantemente estético, a pele fotoenvelhecida pode apresentar lesões cancerígenas e pré-cancerígenas.

A principal forma de prevenção do fotoenvelhecimento é a fotoproteção, seja ela física, produzida por chapéu, óculos e camisa, ou química, produzida pelos protetores solares. Para o tratamento, os mais indicados são os procedimentos ablativos como os peelings químicos, dermoabrasão, laser, ou as cirurgias propriamente ditas, como os liftings. Entre as técnicas mais conservadoras situam-se a prescrição de medicamentos e dermocosméticos. Entre esses dois grupos incluem-se os preenchedores e os neuromoduladores (toxina botulínica).